Nel Mezzo del Camin

30 nov

From thathaveiga.wordpress.com

——————————————————————————————————

Cheguei. Chegaste. Vinhas fatigada

E triste, e triste e fatigado eu vinha

Tinhas a alma de sonhos povoada

E a alma povoada de sonhos eu tinha.

E paramos de súbito na estrada

Da vida: longos anos, presa à minha

A tua mão a vista deslumbrada

Tive da luz que teu olhar continha.

Hoje, segues de novo… Na partida

Nem o pranto teus olhos umedece,

Nem te comove a dor da despedida.

E eu, solitário, volto a face, e tremo

Vendo teu vulto que desaparece

Na ultima curva do caminho extremo.

(Olavo Bilac)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: